BuscaLivros (aka DieBuchSuche) - o motor de busca para todos os livros.
Nós estamos olhando em mais de 100 lojas para sua melhor oferta - por favor espere…
- Custos de envio para Brasil (modificar Para GBR, USA, ESP, PRT, MOZ, AGO)
Criar uma predefinição

Todos os livros para 9788547302627 - compare todas as ofertas

Arquivo de entrada:
9788547302627 - Cláudia Cruz Xerfan: A Gente só é Bonito Quando a Mãe da Gente Acha: Psicanálise e Adoção - Livro

Cláudia Cruz Xerfan (?):

A Gente só é Bonito Quando a Mãe da Gente Acha: Psicanálise e Adoção (2016) (?)

Entrega de: CanadáNovo livroeBook, ebook, livro digitalproduto para download digital
ISBN:

9788547302627 (?) ou 854730262X

, língua desconhecida, Appris Livraria e Editora, Appris Livraria e Editora, Appris Livraria e Editora, Novo, ebook, download digital
in-stock
É o Rio Negro e o Rio Solimões se cruzando. A mamãe disse que eles se cruzam, mas eles não perdem a cor." Assim se apresenta um desenho em análise com o qual a criança parece indagar: "posso ser um com o outro sem me perder? Como os rios, somos apenas diferentes, mas podemos nos cruzar e desembocar na mesma família - quem sabe?" Esse era o mote das sessões dessa menina negra, então com 11 anos, adotada por uma mãe branca - desde a escolha de bonecas que se parecessem, para serem mães e filhas, crianças que podem ser compradas em orfanatos ao gosto dos pais, maquiagens que transformam o rosto e filhotes de espécie ou de raça diferentes de seus donos até história do pato feio que deseja virar cisne, enfim, toda uma série de possibilidades que interrogavam como se encontrar em seu lugar de filha sem se assemelhar à sua mãe na cor. O conceito psicanalítico de identificação, como a forma mais primitiva de laço amoroso com seu papel fundamental na construção do Eu, tornou-se imperioso para caminhar em seu atendimento. De suas questões surgiu, então, o desejo de apresentar essa clínica, que é a clínica da escuta de uma filiação - sempre é, mas aqui se desvela nesta narrativa singular, que, na transferência, atravessou-me e impôs-me um trabalho de elaboração teórica, o qual não pude recusar. Jade - como a chamei aqui - leva-nos, uma vez mais, a vislumbrar quão delicadas são as relações afetivas que permeiam a história de cada um. Adentremos, pois, com todo respeito e cuidado, no universo de sua cena psíquica, para quem era absolutamente óbvio que "a gente só é bonito quando a mãe da gente acha".
Mais…
Categoria: Health & Well Being
Palavras-chave: A Gente só é Bonito Quando a Mãe da Gente Acha: Psicanálise e Adoção Cláudia Cruz Xerfan Adult Health & Well Being 9788547302627
Dados de 21/02/2017 07:17h
ISBN (notações alternativas): 85-473-0262-X, 978-85-473-0262-7
Arquivo de entrada:
9788547302627 - Cláudia Cruz Xerfan: A Gente só é Bonito Quando a Mãe da Gente Acha: Psicanálise e Adoção, Psicanálise e Adoção - Livro

Cláudia Cruz Xerfan (?):

A Gente só é Bonito Quando a Mãe da Gente Acha: Psicanálise e Adoção, Psicanálise e Adoção (2016) (?)

Entrega de: Países BaixosNovo livro
ISBN:

9788547302627 (?) ou 854730262X

, língua desconhecida, Appris Livraria E Editora, Novo
Direct beschikbaar
“É o Rio Negro e o Rio Solimões se cruzando. A mamãe disse que eles se cruzam, mas eles não perdem a cor.” Assim se apresenta um desenho em análise com o qual a criança parece indagar: “posso ser um com o outro sem me perder? Como os rios, somos apenas diferentes, mas podemos nos cruzar e desembocar na mesma família – quem sabe?” Esse era o mote das sessões dessa menina negra, então com 11 anos, adotada por uma mãe branca – desde a escolha de bonecas que se parecessem, para serem mães e filhas, ... “É o Rio Negro e o Rio Solimões se cruzando. A mamãe disse que eles se cruzam, mas eles não perdem a cor.” Assim se apresenta um desenho em análise com o qual a criança parece indagar: “posso ser um com o outro sem me perder? Como os rios, somos apenas diferentes, mas podemos nos cruzar e desembocar na mesma família – quem sabe?” Esse era o mote das sessões dessa menina negra, então com 11 anos, adotada por uma mãe branca – desde a escolha de bonecas que se parecessem, para serem mães e filhas, crianças que podem ser compradas em orfanatos ao gosto dos pais, maquiagens que transformam o rosto e filhotes de espécie ou de raça diferentes de seus donos até história do pato feio que deseja virar cisne, enfim, toda uma série de possibilidades que interrogavam como se encontrar em seu lugar de filha sem se assemelhar à sua mãe na cor. O conceito psicanalítico de identificação, como a forma mais primitiva de laço amoroso com seu papel fundamental na construção do Eu, tornou-se imperioso para caminhar em seu atendimento. De suas questões surgiu, então, o desejo de apresentar essa clínica, que é a clínica da escuta de uma filiação – sempre é, mas aqui se desvela nesta narrativa singular, que, na transferência, atravessou-me e impôs-me um trabalho de elaboração teórica, o qual não pude recusar. Jade – como a chamei aqui – leva-nos, uma vez mais, a vislumbrar quão delicadas são as relações afetivas que permeiam a história de cada um. Adentremos, pois, com todo respeito e cuidado, no universo de sua cena psíquica, para quem era absolutamente óbvio que “a gente só é bonito quando a mãe da gente acha”.Taal: pt;Formaat: ePub met kopieerbeveiliging (DRM) van Adobe;Kopieerrechten: Het kopiëren van (delen van) de pagina's is niet toegestaan ;Geschikt voor: Alle e-readers geschikt voor ebooks in ePub formaat. Tablet of smartphone voorzien van een app zoals de bol.com Kobo app.;Verschijningsdatum: oktober 2016;ISBN10: 854730262X;ISBN13: 9788547302627; Ebook | 2016
Mais…
Categoria: Gezondheid & Psychologie, Populaire psychologie
Dados de 21/02/2017 07:17h
ISBN (notações alternativas): 85-473-0262-X, 978-85-473-0262-7
Arquivo de entrada:
9788547302627 - Cláudia Cruz Xerfan: A Gente só é Bonito Quando a Mãe da Gente Acha: Psicanálise e Adoção: Psicanálise e Adoção - Livro

Cláudia Cruz Xerfan (?):

A Gente só é Bonito Quando a Mãe da Gente Acha: Psicanálise e Adoção: Psicanálise e Adoção (2016) (?)

Entrega de: AlemanhaNovo livroeBook, ebook, livro digitalproduto para download digital
ISBN:

9788547302627 (?) ou 854730262X

, língua desconhecida, 160 páginas, Appris Livraria e Editora, Novo, ebook, download digital
ebook para download, Frete grátis.
“É o Rio Negro e o Rio Solimões se cruzando. A mamãe disse que eles se cruzam, mas eles não perdem a cor.” Assim se apresenta um desenho em análise com o qual a criança parece indagar: “posso ser um com o outro sem me perder? Como os rios, somos apenas diferentes, mas podemos nos cruzar e desembocar na mesma família – quem sabe?” Esse era o mote das sessões dessa menina negra, então com 11 anos, adotada por uma mãe branca – desde a escolha de bonecas que se parecessem, para serem mães e filhas, crianças que podem ser compradas em orfanatos ao gosto dos pais, maquiagens que transformam o rosto e filhotes de espécie ou de raça diferentes de seus donos até história do pato feio que deseja virar cisne, enfim, toda uma série de possibilidades que interrogavam como se encontrar em seu lugar de filha sem se assemelhar à sua mãe na cor. O conceito psicanalítico de identificação, como a forma mais primitiva de laço amoroso com seu papel fundamental na construção do Eu, tornou-se imperioso para caminhar em seu atendimento. De suas questões surgiu, então, o desejo de apresentar essa clínica, que é a clínica da escuta de uma filiação – sempre é, mas aqui se desvela nesta narrativa singular, que, na transferência, atravessou-me e impôs-me um trabalho de elaboração teórica, o qual não pude recusar. Jade – como a chamei aqui – leva-nos, uma vez mais, a vislumbrar quão delicadas são as relações afetivas que permeiam a história de cada um. Adentremos, pois, com todo respeito e cuidado, no universo de sua cena psíquica, para quem era absolutamente óbvio que “a gente só é bonito quando a mãe da gente acha”. Kindle Edition, Formato: Kindle eBook, Rótulo: Appris Livraria e Editora, Appris Livraria e Editora, Grupo de produtos: eBooks, Publicado: 2016-10-14, Data de lançamento: 2016-10-14, Studio: Appris Livraria e Editora
Mais…
Palavras-chave: Angwandte Psychologie, Bemessung & Prüfung, Beruf & Organisationen, Betriebspsychologie, Bildung & Schulungen, Entwicklungspsychologie, Ethnopsychologie, Experimentelle Psychologie, Forensische Psychologie, Geschichte der Psychologie, Hypnose, Jugendpsychologie, Kinderpsychologie, Klinische Psychologie, Kreativität & Genialität, Lebenshilfe, Nachschlagewerke, Neuropsychologie, Persönlichkeit, Philosophie der Psychologie, Physiologische Aspekte, Psychische Erkrankungen, Psychoanalyse, Psychopharmakologie, Psychotherapie, Sexualität, Soziale Psychologie & Interaktionen, Statistik, Strömungen, Suizid, Symptomatik, Fremdsprachige Bücher, Gesundheit, Geist & Körper, Psychologie & Beratung, Abenteuer, Kunst, Film & Fotografie, Biografien & Erinnerungen, Wirtschaft, Kinder- & Jugendbücher, Comics & Mangas, Computer, Internet & Digitale Medien, Basteln, Wohnen & Lifestyle, Krimis & Thriller, Erotik, Fantasy, Horror & Science Fiction, Lesben & Schwule, Gesundheit & Familie, Historische Romane, Humor, Sprache & Sprachwissenschaft, Recht, Belletristik, Medizin, Ratgeber, Politik, Religion, Liebesromane, Naturwissenschaften & Technik, Gesellschaft & Sozialwissenschaften, Sport & Fitness, Reiseführer & -literatur, Kindle-Shop, Kindle eBooks, Fremdsprachige eBooks, Portugiesische eBooks
Dados de 21/02/2017 07:17h
ISBN (notações alternativas): 85-473-0262-X, 978-85-473-0262-7
Arquivo de entrada:
9788547302627 - Cláudia Cruz Xerfan: A Gente Só É Bonito Quando a Mãe da Gente Acha. Psicanálise e Adoção (Em Portuguese do Brasil) - Livro

Cláudia Cruz Xerfan (?):

A Gente Só É Bonito Quando a Mãe da Gente Acha. Psicanálise e Adoção (Em Portuguese do Brasil) (2016) (?)

Entrega de: AlemanhaLivro alemãoEste é um livro de paperbackNovo livro
ISBN:

9788547302627 (?) ou 854730262X

, em alemão, Appris, Brochura, Novo
Navios dentro de 1-2 dias, mais frete (se fornecido)
"É o Rio Negro e o Rio Solimões se cruzando. A mamãe disse que eles se cruzam, mas eles não perdem a cor." Assim se apresenta um desenho em análise com o qual a criança parece indagar: "posso ser um com o outro sem me perder? Como os rios, somos apenas diferentes, mas podemos nos cruzar e desembocar na mesma família - quem sabe?" Esse era o mote das sessões dessa menina negra, então com 11 anos, adotada por uma mãe branca - desde a escolha de bonecas que se parecessem, para serem mães e filhas, crianças que podem ser compradas em orfanatos ao gosto dos pais, maquiagens que transformam o rosto e filhotes de espécie ou de raça diferentes de seus donos até história do pato feio que deseja virar cisne, enfim, toda uma série de possibilidades que interrogavam como se encontrar em seu lugar de filha sem se assemelhar à sua mãe na cor. O conceito psicanalítico de identificação, como a forma mais primitiva de laço amoroso com seu papel fundamental na construção do Eu, tornou-se imperioso para caminhar em seu atendimento. De suas questões surgiu, então, o desejo de apresentar essa clínica, que é a clínica da escuta de uma filiação - sempre é, mas aqui se desvela nesta narrativa singular, que, na transferência, atravessou-me e impôs-me um trabalho de elaboração teórica, o qual não pude recusar. Jade - como a chamei aqui - leva-nos, uma vez mais, a vislumbrar quão delicadas são as relações afetivas que permeiam a história de cada um. Adentremos, pois, com todo respeito e cuidado, no universo de sua cena psíquica, para quem era absolutamente óbvio que "a gente só é bonito quando a mãe da gente acha". Taschenbuch, Rótulo: Appris, Appris, Grupo de produtos: Book, Publicado: 2016, Studio: Appris
Mais…
Palavras-chave: Belletristik, Biografien & Erinnerungen, Business & Karriere, Börse & Geld, Comics & Mangas, Computer & Internet, Erotik, Esoterik, Fachbücher, Fantasy & Science Fiction, Film, Kunst & Kultur, Freizeit, Haus & Garten, Geschenkbücher, Horror, Jugendbücher, Kalender, Kinderbücher, Kochen & Genießen, Krimis & Thriller, Musiknoten, Naturwissenschaften & Technik, Politik & Geschichte, Ratgeber, Reise & Abenteuer, Religion & Glaube, Schule & Lernen, Sport & Fitness, Bücher
Dados de 21/02/2017 07:17h
ISBN (notações alternativas): 85-473-0262-X, 978-85-473-0262-7
Arquivo de entrada:
9788547302627 - Cláudia Cruz Xerfan: A Gente Só É Bonito Quando a Mãe da Gente Acha. Psicanálise e Adoção (Em Portuguese do Brasil) - Livro

Cláudia Cruz Xerfan (?):

A Gente Só É Bonito Quando a Mãe da Gente Acha. Psicanálise e Adoção (Em Portuguese do Brasil) (2016) (?)

Entrega de: Reino Unido da Grã Grã-Bretanha e da Irlanda do NorteEste é um livro de paperbackNovo livro
ISBN:

9788547302627 (?) ou 854730262X

, língua desconhecida, Appris, Brochura, Novo
Usually dispatched within 1-2 business days, mais frete (se fornecido)
"É o Rio Negro e o Rio Solimões se cruzando. A mamãe disse que eles se cruzam, mas eles não perdem a cor." Assim se apresenta um desenho em análise com o qual a criança parece indagar: "posso ser um com o outro sem me perder? Como os rios, somos apenas diferentes, mas podemos nos cruzar e desembocar na mesma família - quem sabe?" Esse era o mote das sessões dessa menina negra, então com 11 anos, adotada por uma mãe branca - desde a escolha de bonecas que se parecessem, para serem mães e filhas, crianças que podem ser compradas em orfanatos ao gosto dos pais, maquiagens que transformam o rosto e filhotes de espécie ou de raça diferentes de seus donos até história do pato feio que deseja virar cisne, enfim, toda uma série de possibilidades que interrogavam como se encontrar em seu lugar de filha sem se assemelhar à sua mãe na cor. O conceito psicanalítico de identificação, como a forma mais primitiva de laço amoroso com seu papel fundamental na construção do Eu, tornou-se imperioso para caminhar em seu atendimento. De suas questões surgiu, então, o desejo de apresentar essa clínica, que é a clínica da escuta de uma filiação - sempre é, mas aqui se desvela nesta narrativa singular, que, na transferência, atravessou-me e impôs-me um trabalho de elaboração teórica, o qual não pude recusar. Jade - como a chamei aqui - leva-nos, uma vez mais, a vislumbrar quão delicadas são as relações afetivas que permeiam a história de cada um. Adentremos, pois, com todo respeito e cuidado, no universo de sua cena psíquica, para quem era absolutamente óbvio que "a gente só é bonito quando a mãe da gente acha". Paperback, Rótulo: Appris, Appris, Grupo de produtos: Book, Publicado: 2016, Studio: Appris
Mais…
Palavras-chave: Antiquarian, Rare & Collectable, Art, Architecture & Photography, Biography, Business, Finance & Law, Calendars, Diaries & Annuals, Children's Books, Comics & Graphic Novels, Computing & Internet, Crime, Thrillers & Mystery, Education Studies & Teaching, Fiction, Food & Drink, Gay & Lesbian, Health, Family & Lifestyle, History, Home & Garden, Horror, Humour, Languages, Mind, Body & Spirit, Music, Stage & Screen, Poetry, Drama & Criticism, Reference, Religion & Spirituality, Romance, School Books, Science & Nature, Science Fiction & Fantasy, Scientific, Technical & Medical, Society, Politics & Philosophy, Sports, Hobbies & Games, Travel & Holiday, Young Adult
Dados de 21/02/2017 07:17h
ISBN (notações alternativas): 85-473-0262-X, 978-85-473-0262-7

9788547302627

Localizar todos os livros disponíveis para o seu número de ISBN 9788547302627 comparar preços rapidamente e facilmente e encomendar imediatamente.

Disponíveis livros raros, livros usados e livros de segunda mão do título "A Gente Só É Bonito Quando a Mãe da Gente Acha. Psicanálise e Adoção (Em Portuguese do Brasil)" De Cláudia Cruz Xerfan são completamente listados.

daniela wander aufruhr in wittenberg jemand frißt die sonne auf